Detectores de Chamas

O detector de chama detecta a radiação emitida aquando da combustão de materiais, quer seja pela radiação infravermelha, ultravioleta ou pela combinação das duas. Quando os níveis de radiação atingem determinado valor, o sistema assume que está a existir um fogo e envia um sinal para o painel de alarme de incêndio.

A vantagem dos detectores de chama é que são extremamente fiáveis em ambientes hostis. Os usos mais comuns incluem depósitos de madeiras, minas, plataformas de carregamento de combustível, refinarias ou instalações de manutenção de aeronaves.

As desvantagens são o seu preço (que pode ser muito caro) e custos de manutenção. Além disso, para garantir o seu correcto funcionamento, deve haver uma linha de visão clara e desimpedida para a potencial fonte de fogo que se pretende proteger. São também desadequados para detectar incêndios de combustão lenta.