Plano de evacuação de casa

Em caso de incêndio numa moradia, todos os segundos são importantes para que a evacuação da família ocorra em segurança, pelo que deve ser planeado em família um plano de evacuação para essa contingência.

- Juntamente com a família, desenhar um mapa da moradia indicando todas as janelas e portas que podem ser usadas para sair em caso de emergência.

- Todos os membros da família percorreram a moradia em conjunto para identificar dois caminhos de saída (normalmente uma porta e uma janela) para sair de cada divisão.

- Todas as saídas de cada divisão e da moradia devem ser simples de alcançar, sem objectos a bloquear e podem ser abertas facilmente.

- Se existirem crianças, idosos ou familiares com limitações de mobilidade, certificar que alguém é designado para auxiliá-los em caso de uma emergência. Atribuir uma pessoa de recurso também, no caso de o designado não estar em casa durante a emergência.

- Escolher sempre a rota de evacuação mais segura – a que tiver menos fumo e calor – mas estar preparado para fugir atravessando por curto espaço fumo se necessário e da forma mais próxima do chão possível.

- Fechar as portas à medida que se sai para fora retarda a propagação do fogo, dando mais tempo para sair com segurança.

- Definir um lugar de encontro no exterior da moradia (casa do vizinho p.ex.), de preferência em frente à mesma, onde todos os ocupantes se podem reunir em segurança.


Plano de evacuação de edifícios


No caso de edifícios multifamiliares, quer se trate de um edifício de um ou quinze pisos, é necessário estar preparado para saber responder a um alarme de incêndio, identificando todas as saídas possíveis do prédio, nomeadamente as várias escadas (caso existam mais que uma).

- Em caso de incêndio, usar sempre as escadas para sair, nunca optando pelo elevador. E no caso de alguém na família tiver dificuldade em descer degraus, deve-se pensar num plano de contingência para essa situação.

- O fumo de um incêndio é tóxico e mortal. Se em caso de incêndio todas as escadas estiverem tomadas por fumo impossibilitando a saída em segurança, deve-se ficar no apartamento e esperar pela chegada dos bombeiros.

- Nesse caso deve-se informar os bombeiros acerca da sua localização exacta e todos os ocupantes devem reunir-se numa divisão com janela para o exterior aguardando a chegada dos bombeiros. Deve-se ainda fechar (mas não à chave) todas as portas entre os ocupantes e o incêndio. Além disso, usar toalhas e fita adesiva para vedar o mais possível a porta e outras entradas de ar, de modo a impedir a entrada de fumo.

- Se possível devem-se abrir as janelas para que entre ar fresco. Mas não se deve partir os vidros, pois caso entre fumo para a divisão vindo do exterior, será difícil proteger-se.

- Para sinalizar a presença para os bombeiros deve-se acenar com uma lanterna ou um pano de cor clara na janela.